luizhelvecio@amoramente.com.br

O que é constelação familiar?

Constelação Familiar é uma ferramenta criada pelo alemão Berth Hellinger, que nos ajuda a entender a origem de tudo o que compõe o nosso ser, tanto na genética, como nos valores e hábitos herdados dos nossos pais e antepassados e da linhagem familiar de cada um deles. Somos uma mistura única, 50% herança materna e 50% paterna.

A Constelação Familiar é um instrumento que possibilita visualizar o sistema que prevalece dentro de uma família e ajuda não só a resolver os problemas mais óbvios, mas identifica as causas implícitas, os padrões e os traumas de infância. É um processo fenomenológico, uma vez que envolve a manifestação de comportamentos e a percepção de efeitos cujas causas não podem ser medidas fisicamente e dificilmente poderiam ser quantificadas; além disso, cada Constelação é única, não pode ser reproduzida.

A abordagem sistêmica na Constelação Familiar usa o poder da percepção para revelar conexões profundas, em nível da alma e do coração em nosso sistema e para proporcionar uma ajuda real em situações críticas da vida. Berth Hellinger afirma que nossa alma é coletiva e que está conectada a tudo de bom ou doloroso vivido por nossos pais e pelas pessoas da linhagem de cada um deles.

As pessoas muitas vezes se sentem presas e destituídas de energia em suas situações de vida. Buscam inconscientemente um sentido, o propósito de sua existência individual e um lugar onde possam se realizar, mas, às vezes, não conseguem enxergar uma saída e buscam a Constelação Familiar.

Como acontece a Constelação Familiar?

A pessoa que será constelada descreve ao terapeuta, sem muitos detalhes, o aspecto da sua vida que deseja investigar, ou o problema que deseja resolver. Esse relato se dá na presença de pessoas conhecidas, ou não. Após essa etapa, o terapeuta pede que a pessoa escolha no grupo quem representará alguém da sua família ou o problema a ser constelado. No decorrer da Constelação, novos membros da família podem ser incorporados, inclusive os já falecidos.

Através do estímulo e da condução do terapeuta, as questões que enredam aquele grupo familiar vão aparecendo e sendo tratadas, de modo que, compreendendo o papel de cada um no núcleo, possa haver uma limpeza no campo do sistema familiar, beneficiando a todos os membros daquela família.

A Constelação Familiar consegue identificar as forças (desestruturadas, disfuncionais) que inibem o sistema e as possíveis causas das dificuldades. O ato de observar de fora o seu lugar na vida pode ser uma experiência intensa, talvez até dolorosa, mas pode lhe dar o estímulo de que você precisa para assumir o controle sobre a sua existência. A Constelação pode liberar a energia bloqueada, produzir intuições grandiosas e lhe dar a coragem de que você precisa para resolver seus problemas.

A experiência das Constelações Familiares nos remete às conexões quânticas, em que as consciências de cada indivíduo do grupo estão interligadas num nível transcendente, além do espaço-tempo, já que tais conexões se dão instantaneamente, não obedecendo à linearidade temporal, pois acontecem inclusive com pessoas já falecidas.

A Constelação pode ajudar as pessoas a voltarem para os seus lugares, a terem mais leveza na vida e em suas relações, a se reconectarem com a sua origem, com a sua história, entendendo que não herdamos apenas problemas, mas também recursos e talentos e a se olharem de forma mais completa, reconhecendo que tudo o que aconteceu em suas vidas é o que as tornou quem são.

Estruturação de conteúdo e design Contaccta Programação Via Corporate